quarta-feira, 27 de julho de 2016

AULA INAUGURAL DO CURSO DE LETRAS EM TARAUACÁ

 

Aconteceu na tarde desta quarta feira, 27 de julho, no Salão de reuniões da Câmara de Vereadores de Tarauacá, a Solenidade da Aula Inaugural do Curso de Letras - Português, oferecido no município através do PAFOR - Plano Nacional de formação de Professores da Educação Básica. 


O Evento, promovido pela Universidade Federal do Acre  - UFAC, contou com a presença da Pro-Reitora de Graduação Professora Dra. Aline Nicolli, Coordenador do PAFOR e Diretor da Diretoria de Apoio a Interiorização e Programas Especiais (DAIPES), Professor Doutor Mark Clark Assen, Coordenadora do Núcleo Estadual de Educação, representando o Secretário Marcos Brandão, Professora Francisca Aragão, Secretário Municipal de Educação representando o Prefeito do Município, Professor Carlos Gomes, Coordenadora do Núcleo da UFAC em Tarauacá , Professora Leila Oliveira e o Presidente do Sinteac, Professor Eurico Paz. Presentes ainda, os 62 estudantes do curso.


No Acre já são 33 turmas do PAFOR em 19 municípios numa parceria entre UFAC, prefeituras e Governo do Estado. 


Em Tarauacá, são 7 turmas de licenciatura oferecidas atualmente pela UFAC, sendo, 5 de pedagogia, 1 de matemática e uma de letras. 


O curso de Letras terá duração de 4 anos e está previsto para encerrar em 2020. É oferecido para professores das redes estadual e municipal de Tarauacá e Feijó. 

Em sua fala, a Professora Francisca Aragão destacou os esforços do Governo do Estado do Acre, nesses últimos 17 anos, para realizar grandes investimentos na formação de nossos professores. Fez agradecimentos aos parceiros, especialmente, a UFAC, e disse que recentemente esteve participando de um seminário no Campus da Instituição em Rio Branco e ficou impressionada com a organização e conservação da estrutura, que favorece ao aprendizado e condições de trabalho dos profissionais de ensino.

"Recebam meus parabéns e levem meus cumprimentos ao Reitor Minouro Kimpara pelo grande trabalho que desenvolve à frente da nossa universidade", disse a coordenadora. 


Falando para os alunos do curso de letras a Professora Francisca destacou a luta de todos para o oferecimento das oportunidades. "Temos excelentes profissionais da educação em Tarauacá e uma prova disso é que nossas 8 escolas da zona urbana de Tarauacá estão classificadas no IDEB, acima do adequado. Somos 96 salas do Asas da Florestania oferecendo ensino fundamental e médio ao nosso povo, graças às nossas parcerias. Aproveitem a oportunidade que lhes é oferecida neste momento", concluiu.


Pro-Reitora de Graduação Professora Dra. Aline Nicolli deu boas vindas aos novos estudantes e disse que apesar das dificuldades que vão aparecer nesses longos 4 anos. "Tão importante quanto começar é vocês estarem aqui depois desses 4 anos", comentou.

As aulas já começaram desde o dia 11 de julho em dois turnos (manha e tarde). no prédio do Cedup e no espaço do Sinteac.


Do Núcleo Estadual de Educação

segunda-feira, 25 de julho de 2016

NTE RESTAURA LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA ESCOLA ROSAURA MOURÃO


Restauração do laboratório de informática da escola estadual Rosaura Mourão. Embora os equipamentos tenham sofrido impacto devido a remoção, oxidação e umidade por conta das últimas alagações ocorridas no município, o resultado nos surpreendeu. Apenas 2 estações de 12 não funcionaram como esperado. Mais um projeto concluído com ressalvas. Aguardar reposição de um swicht 24 portas danificado por descarga elétrica, mas já está em processo de aquisição. Escola boa é escola conectada, valeu. (Eronildo Marques).


sexta-feira, 22 de julho de 2016

No Acre seminário sobre a Base Nacional Comum Curricular reúne mais de 400 pessoas

(Foto: Maria Izauniria Nunes da Silva/ Undime AC)
A comissão estadual de mobilização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no Acre, constituída por representantes do Consed, da Undime, do Conselho Estadual de Educação, da Universidade Federal do Acre (Ufac), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac), da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), do Movimento Interfóruns da Educação Infantil do Brasil (Mieib), da Casa do Estudante Acreano (CEA) e das Escolas Particulares (Sinepe), realizou na última quarta (20) e quinta-feira (21) o seminário no estado para debater a Base Nacional Comum Curricular.

O evento foi realizado na Universidade Federal do Acre, em Rio Branco (AC), e reuniu cerca de 450 participantes. Entre eles professores da educação básica, alunos do Ensino Médio, especialistas e representantes de instituições ligadas à educação no estado. Os participantes foram selecionados por meio de chamada pública.

O seminário teve como objetivo analisar a segunda versão da Base e propor contribuições ao documento. Isso porque, entre os meses de junho e agosto todos os estados da federação e o Distrito Federal promoverão seminários para debater a segunda versão da BNCC e apresentar contribuições ao documento. Na primeira etapa, 116 especialistas participaram do processo de construção da BNCC e o texto apresentado recebeu mais de 12 milhões de contribuições, por meio do portal da Base, criado pelo Ministério da Educação (MEC).

De acordo com a programação, os participantes trabalharam em grupos e analisaram os objetivos de aprendizagem e as etapas da educação básica por meio dos eixos de formação e direitos de aprendizagem. O próximo passo, após a realização do seminário, é a elaboração de um relatório com as contribuições apresentadas durante o evento. A comissão estadual deverá enviá-lo ao comitê gestor dessa etapa de discussão da BNCC, formado pelo Consed e pela Undime. O comitê gestor será responsável por sistematizar os relatórios estaduais e o distrital para então enviar ao MEC.

Para saber mais sobre os seminários estaduais que debatem a BNCC acesse: http://seminarios.bncc.undime.org.br/

Fonte: Undime

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Seminário estadual discute proposta curricular


Iniciou-se na manhã desta quarta-feira, 20, o seminário estadual sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), cuja finalidade é discutir uma nova proposta de unificação curricular em todo o país. A abertura do evento se deu no Teatro Universitário, na Universidade Federal do Acre (Ufac).

Da solenidade participaram o secretário de Estado de Educação e Esporte (SEE), Marco Brandão, Eliana Almeida, representando o reitor Minoru Kinpara, Lucilene Acácio, representando o Instituto Federal do Acre (Ifac) e Irís Célia Cabanellas Zanini, do Conselho Estadual de Educação (CEE).

Os debates em torno da nova proposta curricular serão realizados em dois turnos nesta quarta-feira e também em dois turnos na quinta-feira, 21. A ideia é discutir a segunda versão do documento preliminar da BNCC.

As discussões em torno da segunda versão da BNCC iniciaram este mês em todos os estados da Federação e reúne pais, alunos, professores, gestores e representantes da sociedade civil organizada.

De acordo com a diretora de Ensino da SEE, Rúbia Cavalcante, a proposta é que 60% da nova grade curricular sejam comuns aos estados e municípios e que os outros 40% levem em conta as peculiaridades regionais e os aspectos culturais de cada Estado.

Depois dos debates, as propostas aprovadas serão encaminhadas por meio de relatório para o Ministério da Educação (MEC), que ainda vai analisar as versões dos outros vinte e seis Estados. Depois, segue para o Conselho Nacional de Educação (CNE), que dará um parecer e uma versão final.

Precisamos fomentar a participação social para que as pessoas entendam o que é a base nacional comum curricular. Esse debate vai repercutir em vários lugares e de várias formas”, afirmou o secretário Marco Brandão na abertura do seminário.


De Tarauacá, uma Delegação de professores e estudantes participa do encontro sob a Coordenação da Professora Francisca Aragão, Coordenadora do Núcleo Estadual de Educação no município.


Fonte da Informação:
Agência de Notícias do Acre
Fotos: Núcleo de Educação/Tarauacá

quarta-feira, 20 de julho de 2016

SEMINÁRIO EM RIO BRANCO VAI DISCUTIR CURRÍCULO COMUM PARA AS ESCOLAS


Uma delegação de Tarauacá com professores e estudantes das redes estadual e municipal, já está em Rio Branco para participação no debate sobre a BNCC. 

Representantes de Tarauacá.

REDE ESTADUAL

Francisca Aragão Leite - Coordenadora de Núcleo 
Vânia Lúcia Melo Monteiro - Coordenadora de Ensino 
Maria Célia Mourão da Silva castro - Formadora 
Valdernilson de Lima Gomes - Gestor 
Maria Goreti Silva de Souza do Ó - Professora Ensino Fundamental II 
Abraão da Silva Cavalcante - Professor Ensino Médio 
Francisco Edfranlis Fernandes da Silva - Professor Ensino Médio 
José Francisco Cunha Otaviano - Professor Ensino Médio 
André de Oliveira Cacau - Aluno Ensino Médio 

REDE MUNICIPAL

Marisete Silva de Souza - Representante SEME 
Alex Sandro de Souza Bispo - Gestor 
Francisca Raquel Viana Melo - Professora Ensino Fundamental I 
Sâmia Moura Silva - Ensino Infantil 
Francisca Rodrigues Braz - Ensino Infantil 
Simone Monteiro Pereira - Ensino Infantil 
Maria de Fátima Alves Silva -Ensino Infantil

A Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), por meio do Departamento de Ensino, realiza nesta quarta e quinta-feiras, dias 20 e 21, no Teatro Universitário da Universidade Federal do Acre (Ufac), a partir das 8h, o seminário que vai debater a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Do seminário participam representantes da Ufac, do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), além de professores e estudantes.

Entre os objetivos do seminário estão orientar os sistemas na elaboração de suas propostas curriculares, uma vez que estão previstas mudanças na política nacional de formação inicial e continuada, na infraestrutura escolar e na avaliação da educação básica.

Os resultados do seminário serão enviados ao Ministério da Educação (MEC) pelo secretário Marco Brandão e pela representante da Undime no Acre, professora Marlete Lopes, para que possam servir como sugestões ao documento sobre uma nova grade curricular no Brasil.

A proposta é fazer com que uma parte do currículo seja construída a partir de uma referência nacional comum. E que a outra parte seja diversificada, com respeito à faixa etária, à contextualização das comunidades escolares e às diferenças culturais de cada região. 

A base nacional comum curricular é uma exigência colocada para o sistema educacional pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB), pelas diretrizes curriculares nacionais gerais da educação básica e pelo plano nacional de educação.

COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO ACRE

INSTITUTO DOM MOACYR REALIZA CERIMÔNIA DE CERTIFICAÇÃO EM TARAUACÁ E FEIJÓ

Município de Tarauacá
Na última semana, a Professora Francisca Aragão, Coordenadora do Núcleo Estadual de Educação, participou da certificação de novos profissionais nas áreas de Logística e Agropecuária, em Tarauacá. Os beneficiados são jovens estudantes e moradores das áreas urbanas e rurais, que receberam a qualificação em parceria com o governo federal, por intermédio do Instituto Dom Moacyr. Aconteu também a certificação de estudantes do município vizinho de Feijó,

Os cursos foram executados na modalidade presencial, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), sendo ofertados pelo Centro de Formação e Tecnologia da Floresta (Ceflora), responsável pelo oferecimento de cursos profissionalizantes e oficinas técnicas para as comunidades indígenas e ribeirinhas e para seringueiros do Acre.

Município de Feijó
Na regional Tarauacá-Envira, foram ofertadas 450 vagas em 15 turmas de cursos técnicos. O objetivo é proporcionar a igualdade de condições de acesso aos estudos, inclusão, permanência e sucesso na atuação profissional em suas localidades.

Jonas Mourão, morador de Feijó e estudante de Odontologia, que fez o curso de técnico em Logística, afirmou: “Aprendi muito com o curso, e vejo essa formação como uma grande oportunidade para ingressar no mercado de trabalho”.

Para a diretora-presidente do IDM, Rita Paro, essas formações são a concretização de um trabalho feito com qualidade e excelência. “Deixamos hoje aqui pessoas mais preparadas e qualificadas. Tenho certeza de que esses nossos educandos que estão se formando possuem outra visão de mundo, sobre o que realmente é um curso técnico e para que realmente eles se formaram.”

terça-feira, 19 de julho de 2016

SECRETARIA ADJUNTA DE ESPORTES PROMOVE FESTIVAL ESPORTIVO EM TARAUACÁ

Acontecerá em Tarauacá de 21 a 23 de julho um evento de formação esportiva destinado professores de Educação Física, acadêmicos do curso de Educação Física ( UNOPAR e outros), técnicos leigos e atletas de referência dos municípios de Tarauacá e Feijó. A previsão é que participem 40 professores e cerca de 100 alunos. 

Serão ministradas palestras e será realizado um festival esportivo. O Evento será promovido pela Secretaria Adjunta de Esportes do governo do Acre em parceria com a Prefeitura do município.

PROGRAMAÇÃO: 

1. PALESTRA: FORMAÇÃO ESPORTIVA VOLEIBOL (FESTIVAL DE VOLEIBOL)
Dia: 21/07/16 (Quinta feira)
Horário: Das 8 as 12 horas
Local: Auditório do Cedup

2. FESTIVAL DE VOLEI: 
Dia: 23/07/16 (Sábado)
Horário: 8 às 12 horas
Local: Quadra da Escola São José
Professores Formadores: Jânio Teles e Joneudes Fernandes 

Qualificações e valorização do esporte. É com essa ideia que o governo do Estado, por meio da Secretaria Adjunta de Esporte (SEE), promove em Tarauacá e outros municípios, cursos em cinco modalidades para técnicos e árbitros – handebol, vôlei, futsal, basquete e atletismo, além de gestão esportiva.

Os cursos contam com parceria das federações esportivas e prefeituras de cada cidade e têm duração de 20 horas cada.

De acordo com a secretária de Estado de Esporte, Shirley Santos, a proposta é de que se leve qualidade técnica aos municípios do Acre. “Em 2012 tivemos uma experiência semelhante, e foi um ano que trouxemos melhores resultados nos Jogos Escolares. Nossa intenção é de que os profissionais se sintam qualificados e façam um bom trabalho aos estudantes da rede pública nos próximos anos”, diz.

Outra proposta é que se faça uma espécie de festival esportivo das cinco modalidades, nas quais as cidades se unirão em regionais para competir entre si. “Ao todo, serão seis festivais, um dos quais voltado aos atletas paralímpicos”, destaca Shirley.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PROMOVE OFICINA DE BLOG PARA REPRESENTANTES DE ESCOLAS PÚBLICAS DE TARAUACÁ


A comunicação via internet é a grande ferramenta do momento para divulgação de ações desenvolvidas nas nossas instituições de ensino. O blog além de gratuito é de fácil administração, é um dos principais canais de comunicação da internet. O blog, ou weblog, é uma das ferramentas de comunicação mais populares da internet. A pessoa que administra o blog é chamada de blogueira (o). 

Uma das características dos blogs é que, em geral, eles têm um aspecto muito parecido, isto é, o usuário é limitado no que diz respeito a alterações visuais. Outra característica dos blogs é a frequência de atualização. Alguns são atualizados diariamente, outros semanalmente, mensalmente e, em alguns casos, até várias vezes por dia. Cada atualização ou publicação no blog são chamadas de post (postagem). 

Por essa razão, deve-se utilizar essa ferramenta, não para propagandear, mas sim, levar ao conhecimento do grande público o resultado do árduo trabalho de nossos profissionais da educação e de todos os segmentos escolares em seu cotidiano. Pelo blog, é que vamos divulgar e armazenar informações sobre essas ações. Para tanto, faz necessário que no interior de cada escola ou outra instituição de nossa rede estadual de educação, tenha alguém com capacidade de administrar essa ferramenta chamada blog.

Com esse objetivo o Núcleo Estadual de Educação promoveu uma oficina básica de como administrar um blog, sob a responsabilidade do Núcleo de Tecnologia da Educação – NTE, que tem como responsáveis os Professores Maria Livramento (Jóia) e Eronildo Marques. A oficina foi ministrada pelo professor e blogueiro Raimundo Accioly através de uma palestra com distribuição de material impresso, demonstrações de como entrar e alimentar o blog. A parte prática da oficina será desenvolvida em cada escola onde será realizado um treinamento com esses servidores. 

A oficina, que foi realizada no CEDUP, contou com a participação de membros das seguintes escolas: São José, Tupanir Gaudêncio, João Ribeiro, Rosaura Mourão, Djalma Batista, José Augusto de Araújo, Rilza Daniel, Valdina Torquato, Edmundo Pinto, CEDUP e Plácido de Castro.